Se desconecte na hora certa

Vivemos em uma época complexa, onde as interações sociais antes feitas de forma pessoal, em diversos aspectos, cedem espaço a virtualização dos sentimentos, trazendo uma falsa sensação de amizade, onde todos nos conhecemos e acompanhamos a vida de outros, pura e simplesmente por fotos ou frases jogadas. Todos temos opiniões sobre os mais diversos assuntos, mesmo sem nenhum embasamento ou preocupação, com o impacto dos atos cometidos nas redes sociais por exemplo. O que estamos plantando para nosso futuro?

offline_desconectar_internet_pessoasFilhos obesos, tímidos e complexados. Mesmo próximos fisicamente, nos comunicamos via celular, o que seria impensável em tempos remotos e nostálgicos!

Usando a tecnologia de forma consciente podemos ter o melhor dos dois mundos, você não acha?

Utilizando fóruns de discussão, redes sociais, chats, etc..
Compartilhando conhecimento, fazendo amizades e criando com pequenos atos, um mundo melhor, sem perder o contato interpessoal claro, que faz toda diferença, contudo, infelizmente na sociedade atual, caminhamos na maioria das vezes para o lado oposto. Quem nunca deixou de sair com os amigos em dado final de semana para conversar virtualmente com alguém?

Retornar as origens pode ajudar nesse processo. Se desconecte na hora certa e veja o mundo por outro prisma. No passado não tínhamos computadores, celulares, tablets e afins. Nem por isso deixávamos de criar, amar, inventar e progredir como seres humanos e como nação. Lembro, que os mais velhos tinham mais tempo para transmitir experiências, ajudando a moldar o caráter ainda em formação dos mais jovens, coisa que infelizmente perdemos de um tempo para cá. Lembre-se, para o mundo melhorar, precisamos fazer por onde, vivendo de perto com o mundo e não ligado por cabos frios e sem vida.

Pessoas são feitas de carne e osso, pense nisso!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +1 (from 1 vote)

Se desconecte na hora certa, 10.0 out of 10 based on 2 ratings

Comente também por aqui:

comentário(s), com aplicativo do Facebook.

SHARE THIS POST

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Buzz
  • Digg
Eduardo Roque
Author: Eduardo Roque View all posts by