Especial Robert E. Howard – Parte I

Já há muito tempo venho querendo escrever sobre Robert E. Howard, e eis que chegou o dia. Enfim, vou contar um pouco deste escritor texano, que vem influenciando, gerações com seu gênero “Espada e Magia”. Se você já jogou RPG, leu algum romance de fantasia, ou qualquer coisa que envolva dragões e feiticeiros, com certeza entende do que estou falando.

Para aproveitarmos melhor, resolvi dividir o post em 2 partes. Na primeira, farei um resumo da biografia de Robert Howard; na segunda, uma breve pincelada sobre as adaptações de sua obra para os quadrinhos e cinema. Vamos começar?

Robert Ervin Howard, nasceu em Peaster, um vilarejo do Texas, em 1906. Depois de muitas andanças (o pai era médico) acabou se estabelecendo em Cross Plains no mesmo estado americano, 13 anos depois. Em 1921 tentou vender um de seus contos “Bill Smalley and the Power of the Human Eye para 2 editoras, mas não conseguiu êxito. Somente em julho de 1925 teve seu primeiro trabalho Spear and Fang (Lança e Presa) publicado na pulp magazine Weird Tales. Como nos dias atuais, escritores iniciantes precisam mais de que talento para viver de sua obra e não foi diferente com o criador de Conan. Pouco valorizado, teve que pegar no batente até se estabilizar como contador de histórias. Trabalhou num escritório de advocacia, entregou cartas, foi atendente de farmácia, entre outros ofícios.

No decorrer da curta carreira, Robert escreveu sobre outros temas além da fantasia. Sua imaginação produziu terror, faroeste, ficção histórica (era aficionado por História) e até aventuras de detetives, tendo sido publicado também nas revistas Fight Stories, Oriental Stories (uma ramificação da Weird Tales) e Action Stories, todas da mesma época.

Entre seus personagens mais conhecidos estão Salomão Kane (1928), um guerreiro do século XVI que viaja o mundo caçando monstros tradicionais como vampiros e lobisomens (qualquer semelhança com o Van Helsing do Hugh Jackman é mera coincidência…). Kull (1929), um bárbaro que viveu 100.000 a.C. na Atlântida e tornou-se rei da lendária cidade. E ainda um herói denominado Bran Mak Morn (1932), que lutou na Britânia contra as incursões dos romanos. Mas e Conan? Bom, a primeira aparição do Bárbaro da Ciméria também aconteceu em 1932 através do conto The Phoenix on the Sword (A Fênix na Espada). O cimério foi o personagem que alavancou de vez a carreira do escritor. Ao todo a Weird Tales publicou 17 contos do personagem, de 1932 a 1936 (ano em que Howard estava no auge, publicando concomitantemente outros gêneros de ficção). Sobre o nascimento de Conan, Howard teria relatado numa carta o seguinte: “Conan simplesmente surgiu em minha mente alguns anos atrás, quando eu estava fazendo uma parada numa pequena cidade fronteiriça na parte baixa do Rio Grande. Eu não o criei por nenhum processo consciente. Ele simplesmente surgiu do nada, totalmente desenvolvido, e me pôs para trabalhar registrando suas aventuras”. É de arrepiar não é mesmo?

Porém… a chama do talentoso Robert apagou-se de maneira trágica na manhã de 11 de junho de 1936. Após receber a notícia de que a mãe nunca se recuperaria de uma grave doença, retirou a própria vida aos 30 anos com um tiro na cabeça. A senhora Howard faleceu horas depois do filho.

E por enquanto é só pessoal, até o post de número 2!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (4 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +3 (from 3 votes)

Especial Robert E. Howard – Parte I, 10.0 out of 10 based on 4 ratings

Comente também por aqui:

comentário(s), com aplicativo do Facebook.

SHARE THIS POST

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Buzz
  • Digg
Robson Santos
Author: Robson Santos View all posts by
Robson Santos é formado em Letras (Português/Literatura), curte Quadrinhos, Cinema, PodCasts e Cultura Nerd em geral.
  • Dr. Victor von Doom

    Parabéns pela matéria sobre o grande gênio que foi o Robert E. Howard! Não vejo a hora de ler a segunda parte da matéria!

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  • Estou contigo cara!
    – Escreve logo Robson…hahahaha

    Parabéns novamente 🙂

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  • Robson Santos

    Fala Doutor Destino, blz?
    Que grande honra é para nós termos aqui a presença do soberano da Lativéria, prestigiando o site mais uma vez! Pode crer, já estou preparando o material para a segunda matéria! Um grande abraço cara!

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)