Em defesa do Demolidor

Antes de mais nada, o texto a seguir contém spoilers. Então se você não viu o filme você é maluco pois o mesmo vai completar 10 anos em 2013 pare por aqui (não é assim que os caras do Vida Beta Cast falam?).

Demolidor é o alter-ego do advogado Matt Murdock, o herói cego da Marvel (meio Wikipédia isso…). O personagem ganhou um filme em 2003 e este até hoje causa polêmica entre os nerds. E não entendo o porquê de tanta indignação. Me preparei semanas para ser apedrejado mas vou confessar minha opinião: O Daredevil (de Mark Steven Johnson, 2003) não é assim tão feio quanto se pinta.

O elenco de Daredevil é bom, alguém discorda? Ben Affleck, Jennifer Garner, Colin Farrell, Michael Clark Duncan. Ao contrário da maioria, não achei que Affleck comprometeu a película. A bela Garner apesar de não ter traços orientais, representou a assassina Elektra com competência. Farrell desde sua primeira aparição até a última (todo quebrado no hospital) também não decepcionou como mercenário. A cena com a velhinha no avião é hilária! Sempre que como amendoim lembro dessa parada. E o Rei do Crime à la Nick Fury (versão Avengers Ultimate)?  Pô! Sensacional! O enredo também é bem amarradinho, sem deixar furos. A origem é mostrada através de flashbacks, o que se diferencia da maioria dos filmes do gênero. E ainda temos a participação do atual diretor da franquia Homem de Ferro, Jon Favreau como advogado Franklin Foggy Nelson, parceiro de Matt. E sem contar a trilha sonora do Evanescence que encaixou perfeitamente. Vide cena do funeral (Enterro nos States sempre chove, é impressionante!). O filme em questão tem defeitos? Claro! Não sou cego (entendeu??)! Algumas cenas são mal editadas, assim como algumas lutas mal coreografadas (aquela parte do parquinho? Esqueça!). Outra coisa que não gostei foi relacionar a origem do Demolidor com o Rei do Crime (como aconteceu no Batman de Tim Burton). O uniforme também poderia ser mais caprichado, assim como o radar, mas… nada que destrua o filme.

Reza a lenda que a versão do diretor supera a que nos foi apresentada, mas não assisti, se alguém viu, por favor poste nos comentários.

Atualmente a continuação ou reboot de Daredevil (seja o que for) parece ter virado uma novela mexicana. O roteiro escrito por Brad Caleb Kane foi reescrito por David James Kelly. A direção foi abandonada recentemente por David Slade e a Fox vem negociando Joe Carnahan, porém até o dia de hoje não há novidades na web.

Então, enquanto não decidem o que vão fazer com o personagem no cinema, que tal relaxar e assistir “Bring Me To Life” do Evanescence. E que me atirem a primeira pedra!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.3/10 (3 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +1 (from 1 vote)

Em defesa do Demolidor, 7.3 out of 10 based on 3 ratings

Comente também por aqui:

comentário(s), com aplicativo do Facebook.

SHARE THIS POST

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Buzz
  • Digg
Robson Santos
Author: Robson Santos View all posts by
Robson Santos é formado em Letras (Português/Literatura), curte Quadrinhos, Cinema, PodCasts e Cultura Nerd em geral.
  • James

    Eu acho o filme interessante, sério, mas ele é muito parecido com O Corvo, e o povo não conseguiu engolir a atuação do Ben Afleck, e na minha opinião foi o primeiro filme sério de um herói no cinema..

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  • Roger

    Gostei muito do filme. Ele é recheado de referências das HQs, mostrando que o diretor Mark Steven Johnson é grande fã do personagem. Se levarmos em conta que o estúdio deve ter influenciado (para pior) a edição final, até que o resultado foi muito bom. Excelente atuações do elenco principal.
    A cena inicial em que o Demolidor está pendurado no topo de uma igreja, e a cena do Mercenário “esfaqueando” a Elektra são memoráveis.

    A versão do diretor é mais longa e muuuuuito melhor, enfocando o lado “advogado” de Matt Murdock e deixando o lado do romance dos dois protagonistas, em segundo plano.
    Para a época, é um filme que vale a pena ver.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  • Robson bela defesa e um post ótimo que muito agradou me. Parabéns.
    Se alguém ainda não sabe, o Demolidor é o meu personagem favorito da Marvel e eu seria o primeiro a defender qualquer coisa feita para este personagem, mas este filme, que veio com ótimas influências e visões dos HQs, não consigo defender, e olha que já fizeram coisa piores (homem aranha 3) e explico.
    A escolha do cast foi ótima, mas quando um filme de um personagem, não tão popular, como Demolidor será feito, a primeira coisa a se pensar é qual história será contada e não quanto iremos gastar com as estrelas do filme, minha opinião.
    Quando se foca muito nos atores e não se faz um plano para apresentar algo que realmente desperte o interesse dos não aficcionados, e vamos concordar que isso não aconteceu, não dá certo. Gosto muito do Duncan, mas não encaixou no filme ou no personagem (mesmo usando o argumento do Nick Fury).
    Collin fez o que pode para um personagem que precisa ser mais insano ou débil do que malévolo, um personagem que precisa apenas de precisão.
    A graça, beleza e postura de Garner, deu a Elektra outro ar, outra roupagem, mas não deveria estar ali. Não no primeiro filme, talvez pós créditos.
    Katy Page deveria ser o primeiro par romântico do herói, fazendo um arco para o Rei do Crime e então apresentar a ninja assassina de cabelos longos e negros para mexer com o coração despedaçado do nosso herói cego.
    Enfim atirem a primeira pedra, quem não for cego.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 5.0/5 (1 vote cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  • Robson Santos

    Olá Cláudio obrigado por seu comentário (praticamente outro
    post, hehe). Bom, logo no inicio você diz: “o Demolidor é o meu personagem
    favorito da Marvel” pronto, com certeza na época você criou uma
    super-expectativa, e aí meu amigo já era. Como destaquei o filme é bom, eu não
    disse que era excelente. O que me motivou a escrever esse texto é que muita
    gente gosta do filme e não tem coragem de dizer, pois a maioria (principalmente
    os formadores de opinião nos sites especializados) diz que o filme é péssimo,
    que nada se aproveita, e não é verdade. Você
    também concorda comigo quando diz “A escolha do cast foi ótima”, e depois
    resumidamente quer dizer que o roteiro não foi bem trabalhado, a história não é
    boa, não é isso? Cara, o ano é 2003, a Marvel começa dar seus primeiros passos
    no cinema de forma séria (X-Man e Homem-Aranha foram o início do que hoje são
    Homem de Ferro e Vingadores), eles contaram de forma coesa a origem e os dramas
    do Demolidor, colocaram seus principais personagens – heróis e vilões, missão
    cumprida entendeu? Se você não é fã de quadrinhos, você entende perfeitamente a
    essência do personagem, se o Demolidor é o seu personagem favorito aí ferrou…
    pois você vai querer excelência, fidelidade total aos quadrinhos, à cronologia
    do personagem, mas há de se convir que não é fácil… você citou o Homem-Aranha
    3 como um equívoco eu vou mais além… são 2 filmes do Motoqueiro, 3 do
    Justiceiro, 2 do Quarteto e ainda X-Man 3 (que eu lembro no momento…). Agora numa linha de comparação, o
    Demolidor com seus erros e acertos não foi melhor que esses citados? Agora quanto a escolha do Duncan realmente é
    bem pessoal, eu gostei. Você como fã do personagem, não gostou. Entendo, você queria
    o Rei exatamente como nas HQs, suas argumentações posteriores seguem a mesma
    linha, tranquilo. Respeito sua opinião, mas veja que nos poucos comentários que
    tivemos (os corajosos que como eu colocaram a cara a tapa, hehe) os caras
    concordaram comigo. O James falou muito certo “foi o primeiro filme sério de um
    herói no cinema” ou seja tem uma temática adulta, uma atmosfera mais dark. Outra coisa que parece ser bobagem mais que confirma isso, em qual outro filme de herói
    você tem uma cena de vuco-vuco? O Roger
    disse “Se levarmos em conta que o estúdio deve ter influenciado (para pior) a
    edição final, até que o resultado foi muito bom” e foi por isso que eu pedi a
    opinião de alguém que tivesse visto a “versão do diretor” pois já li que ela dá
    sentido a muita coisa no filme, enfim é isso. Desculpe por prolongar, mas você pediu
    que eu respondesse, hahaha… só pra encerrar segundo o que li ontem, os
    direitos do Demolidor voltaram pra Marvel, então se alguém chegou até aqui
    (inclusive o Cláudio), fecho minha réplica com essa boa notícia. Abs a todos!

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 5.0/5 (1 vote cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  • @gd_claudio elaborei uma “pequena resposta” aos seus questionamentos, abs! http://t.co/fLMTysHX

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  • Eu, Claudio Andrade, e Robson Santos num verdadeiro tribunal “Em Defesa do Demolidor”, quem você apoia? http://t.co/Wr05AKhZ

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)